Baixar na App Store
Galaticos Online
Auditado pelo IVC

Polícia prende um dos maiores traficantes da Bahia e apreende milhões

Por: Redação Bocão News (Twitter:@bocãonews) - 04 de Maio de 2013 - 10h08

  • 4

Considerado um dos maiores traficantes da Bahia, envolvido em assaltos a bancos e homicídios, Adilson Souza Lima, o “Roceirinho”, 31 anos, teve R$ 2,5 milhões em imóveis, veículos e dinheiro bloqueados e sequestrados pela Justiça, durante uma operação conjunta do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e Ministério Público (MP), que cumpriu, na manhã desta sexta-feira (3), cinco mandados de prisão e dez de busca e apreensão, em Salvador, Aracaju (SE) e cidades do interior da Bahia.

Entre os bens de “Roceirinho” seqüestrados pela Justiça, estão uma casa em Jacuípe, no Litoral Norte, apartamentos em Lauro de Freitas e Aracaju, uma fazenda no interior da Bahia e diversos veículos, adquiridos com dinheiro proveniente de práticas criminosas, e que estavam em nome de “laranjas” para dificultar a investigação.

O resultado da operação conjunta, batizada “Operação Derrocada”, foi apresentado na tarde desta sexta-feira (3), no auditório do prédio sede do DHPP, na Pituba, pelo diretor, delegado Jorge Figueiredo, pelo promotor de Justiça do MP Ariomar Figueiredo, coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) e pelo delegado Glauber Uchiyama, do Departamento de Narcóticos (Denarc).


Adilson teve um mandado de prisão por tráfico e lavagem de dinheiro cumprido na manhã de hoje (3), na Unidade Especial Disciplinar (UED), no Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador, onde está custodiado desde setembro de 2012. Outros dois mandados de prisão também foram cumpridos contra comparsas de “Roceirinho”, e também dez de busca e apreensão, todos expedidos pela 1ª Vara Privativa de Tóxicos e Entorpecentes de Salvador.
Custodiado na Cadeia Pública do Complexo da Mata Escura, o assaltante de banco Vilmar Florêncio da Silva, o “Dona Vilma”, de 34 anos, também teve um mandado de prisão cumprido. Já Arigenal dos Santos Soares, foi capturado em um dos imóveis da quadrilha, em Aracaju.

O cumprimento dos mandados de busca e apreensão aconteceu no estado vizinho e em imóveis localizados nas cidades de Nazaré, São Gonçalo dos Campos, Camaçari e Lauro de Freitas. Em São Gonçalo dos Campos, município próximo a Feira de Santana, a polícia prendeu em flagrante Fredson Bispo da Cunha, 24 anos, e apreendeu uma adolescente de 17 anos, com meio quilo de droga, entre crack, maconha e cocaína.
 
PARCERIA

Durante a entrevista coletiva, Jorge Figueiredo anunciou a criação, no DHPP, do Núcleo de Investigação Patrimonial (NIP), que terá a função de reforçar o combate às quadrilhas e apreender bens adquiridos com a atividade ilícita. “Visamos reduzir o poder financeiro das organizações criminosas”, definiu.

O promotor Ariomar Figueiredo ressaltou que o principal foco da “Operação Derrocada” foi eliminar o poder financeiro da quadrilha liderada por “Roceirinho”, que, segundo as investigações apontaram, já havia expandido sua atuação para o estado de Sergipe e vinha financiado ataques a instituições financeiras no interior da Bahia.

Cinquenta policiais civis, entre delegados escrivães e investigadores, participaram da ação que contou com o apoio de equipes do Denarc/Bahia, que cumpriu mandados em Aracaju, do Departamento de Narcóticos de Sergipe, das Superintendências de Inteligência (SI) da Bahia e Sergipe, além de três promotores representando o Ministério Público da Bahia, através GAECO, e 4ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/ Santo Antonio de Jesus).

PRISÕES

Em setembro do ano passado“Roceirinho” e “Dona Vilma” foram flagrados num hotel de luxo, no bairro de Ondina, com R$168 mil, oriundos do tráfico de drogas, durante uma operação do Denarc. Um ano antes, o traficante havia sido preso em operação do Grupo Avançado de Repressão a Crimes Contra Instituições Financeiras (Garcif), com outros cinco comparsas.

Naquela ocasião os policiais apreenderam armamento de vários calibres, munições, coletes, carregadores, veículos e R$ 405 mil em dinheiro, subtraídos no assalto ao banco de Boa Nova. Duas semanas após a captura, Adílson foi libertado por meio de habeas-corpus.

“Roceirinho” também ordenou, em 2010, uma chacina que vitimou cinco pessoas da mesma família, na localidade de Barra do Gil, em Vera Cruz, na Ilha de Itaparica. Ele também mandou executar o ex-parceiro Edson Conceição, por uma suposta dívida de R$ 30 mil.

Fotos: divulgação / Ascom - Polícia Civil

Nota originalmente postada às 18h do dia 3

4 Comentários

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

  • ADENILTON DE JESUS DO NASCIMENTO

    19 de Maio de 2013

    "é Adriano realmente pode até ser vice , eu quero ver fazer isso com o presidente do seu time que é pior que esse ai 300 vezes kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkksofredores "

  • valmir pacheco

    04 de Maio de 2013

    "POR QUE TRABALHO MARAVILHOSO DA POLICIA,SÓ QUE É TUDO EM VÃO, POIS A POLICIA PRENDE ESSES TRAFICANTES TODOS E DEPOIS A JUSTIÇA SOLTA,ISSO QUE É REVOLTANTE,NOSSO PAIS REALMENTE É DESORDENADO,TAMBÉM COM UMA LEI CADUCA COM 70 anos e com Mal de Alzheimer,só podem dá nisso,aonde vamos parar? "

  • gleise do cavaco

    03 de Maio de 2013

    "Oxente adriana pq vice ,Pelo menos ele tem bom gosto pra time . "

  • Adriano Bizzu

    03 de Maio de 2013

    "Tinha que ser vice"

Relacionadas

  • Auditado pelo IVC