Salvador, 29 de Julho de 2014
Winamp windows Media Player Real Player QuickTime
Baixar na App Store
Galaticos Online

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Auditado pelo IVC

Secretário de Segurança pede cautela às lideranças de policiais

Por: Juliana Nobre (Twitter: @julianafrnobre) - 19 de Março de 2014 - 09h03

  • 5

Temendo que uma greve se espalhe, mais uma vez, no estado, o secretário de Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, pediu que as lideranças de policiais militares, que organizam uma assembleia na próxima sexta-feira (21), tenham cautela nas decisões e responsabilidade. Em entrevista ao programa Se Liga Bocão, na rádio Itapoan FM, o gestor garantiu que o diálogo com a categoria sempre esteve aberto e ressaltou o trabalho da comissão que tratou de mudanças na instituição.

“Instituímos uma comissão há seis meses para estudar e propor iniciativas de melhoria da Polícia. Foram discutidos os problemas com todas as associações, como reformular o estatuto, código de ética, autonomia para o Corpo de Bombeiros, salários, etc”. Segundo o secretário, em dezembro foram apresentadas todas as sugestões e entregues ao governador Jaques Wagner. Posteriormente, as sugestões seriam encaminhadas à Assembleia Legislativa da Bahia. O prazo era de 45 dias, mas teria chocado com as datas comemorativas, como o Carnaval. A nova data foi proposta e, de acordo com o secretário, aceita pela categoria, para 10 de abril.

Barbosa não quer pensar em greve. Disse que a assembleia da próxima sexta é uma discussão sobre a categoria. “Peço que tenham responsabilidade e aguardem a apresentação das propostas. Uma decretação de greve neste momento não interessa a ninguém. O estrago da greve de 2012 ainda está recente na cabeça de todos os baianos. Estamos depositando a confiança nos líderes dessa assembleia para termos uma conclusão dos trabalhos tranquila”, completou.

O coordenador da Aspra, vereador Marco Prisco (PSDB), também descartou um indicativo de greve, mas garantiu que a assembleia irá acontecer e a discussão será mantida até que as solicitações da categoria sejam atendidas.

Leia também:

Uma minoria quer conturbar, diz titular da SSP-BA após clima de greve da PM


Matéria originalmente publicada às 19h03 do dia 18 de março

5 Comentários

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

  • BETTO CARIOCA

    23 de Março de 2014

    " O Efetivo da Policia Federal é muito pequeno esta faltando muitos Delegados nas fronteiras. O Brasil é igual a C... de manchica todos passam a não e passa a P..."

  • roberto sena porto

    21 de Março de 2014

    "eu só queria saber porque o governador do estado da bahia, estar desobedecendo a decisão do supremo tribunal federal, quanto a pagamento da URV,já que foi publicado o acordão determinando a execução. "

  • Estudante de CiSo

    19 de Março de 2014

    "Antes de se pensar em greve- que aliás não acho que seja o momento, já que existe um prazo pedido pelo governo e acho que temos sempre que esperar os prazos, lógico que sem deixar que seja pedido prazo para se ganhar tempo e desarticular o movimento- acho que deveríamos pensar em achar uma forma de mostrar às autoridades como nossa policia está incompetente, obsoleta, e desmotivada, acho as vezes até que existe uma conspiração que objetiva um aumento do crime e facilitação do tráfico de drogas, não sei se de cunho político ou não, mas é preciso entender que o grande termômetro da violência é o tráfico, é o carro chefe e é preciso conter essa praga. é o que ainda alguns poucos loucos como eu e conheço mais alguns que ainda se dedicam em mostrar aos mais novos como é importante não deixar que escape do nosso controle. Imagine que existe na detenção um núcleo jurídico responsáveis em julgar se elementos já presos em flagrante, e depois de lavrado o auto pelos Delegados, simplesmente são soutos depois de passar por avaliação desse Núcleo Jurídico. Existe uma coisa perigosa nisso tudo. O fato de não se punir os crimes de menor ofensividade, pode levar nossa sociedade a perder a medida do que é ou não realmente ofensivo, se um simples baseado ou um \"simples\" tiro na cabeça de uma professora. será que eles(núcleo jurídico)sabem mesmo o que é mais grave, ou sabem se tem- os dois fatos- alguma relação entre si. "

  • Roberto

    19 de Março de 2014

    " E Secretario porque vocês paga logo o que deve. Esse é o Governo democrático, Policias são tratado como cachorros na visão do Governo. PAGUE O RV. Pagou a Justiça pra matracar o executivo. "

  • Flor

    18 de Março de 2014

    "Está batendo caganeira. Que medo. Tô com calafrios! Vamos falar sério? \"Eles\" estavam planejando ficar enrolando até terminar a Copa e depois trair os pobres PMs. O tiro vai sair pela culatra. Os policiais não vão aceitar enrolação de quem vive tomando uísque e debochando de quem vai às ruas todos os dias, sem saber se volta vivo. Por que aqueles que ganham salário de Secretário de Estado, não publicam os seus gordos contracheques? Perguntar não ofende. Traidores dos baianos. Se houver greve, a culpa não será dos policiais. Será d... "

Relacionadas

  • Auditado pelo IVC